quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Fronteiras vulneráveis e o contrabando de cigarros


*Edson Vismona

Recentemente a Receita Federal de Foz do Iguaçu apresentou balanço das apreensões de mercadorias e veículos realizadas durante o ano de 2017, que somaram US$ 80,1 milhões, o que representa, aproximadamente, R$ 260 milhões. Esse valor é 19% maior que o registrado no ano anterior, quando as apreensões foram de US$ 67,4 milhões.

Com relação à composição das apreensões, o cigarro lidera o ranking da ilegalidade, correspondendo a 38% das mercadorias apreendidas no ano passado. No total foram apreendidos 20 milhões de maços de cigarro, o que corresponde a, aproximadamente, R$ 100 milhões. Na sequência estão eletrônicos e informáticas com 22% e 7%, respectivamente.

Xadrez Político: A necessária troca do tabuleiro

*Por Celso Tracco
2018 promete ser um ano com fortes emoções para a sociedade brasileira, teremos Copa do Mundo de futebol e eleições presidenciais.
Celso Tracco
No futebol, devido aos conhecidos vexames e fruto da pressão popular e da imprensa, trocou-se o comando, e uma nova comissão técnica da seleção foi convocada. Com isso, o time passou a ganhar. Neste caso, a troca do "comandante" resolveu o problema. E os jogadores eram praticamente os mesmos. Com nova gestão, novas táticas, nova conversa, com trabalho eficaz e disciplina, passamos do inferno iminente da desclassificação para o paraíso da empolgação desenfreada, mas o objetivo foi atingido, estamos classificados.

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Casal cearense celebra 75 anos de casado com família de 180 pessoas

Setenta e cinco anos de casados e uma família com 180 pessoas, entre filhos, netos, bisnetos e tataranetos. Assim é a vida dos agricultores Maria Ducarmo Silva, de 90 anos e Pedro Pereira da Silva, de 100. Os dois são moradores do Sítio Muquém, no município de Crato, no sul do Ceará. Dona Ducarmo e seu Pedro casaram jovens, ela com 15; e ele, com 25 anos.

"A gente dançou a noite toda e no outro dia fomos pra casa, aí foi bom mesmo", conta a agricultora sobre o dia do casamento.

Da união nasceram 11 filhos, 71 netos, 86 bisnetos e 12 tataranetos. O casal pode até perder as contas, mas reconhece cada um e tem na família o maior patrimônio. Para criar os filhos, o casal precisou trocar a cidade pelo campo. "A gente planta

Foi com a agricultura que o casal sustentou a família, e os filhos ajudavam no trabalho. "A gente ia para a roça trabalhar com eles, almoçava e de tarde voltava", conta Maria Isabel Moreira de Almeida, filha mais velha que nasceu quando dona Ducarmo tinha apenas 16 anos.

Reunião de família

O domingo é dia de reunir a família Silva. Como todos moram nas proximidades, a reunião se dá no sítio dos pais e vira uma verdadeira festa. Dona Ducarmo é a primeira a colocar a mão na massa na hora de preparar o almoço no fogão à lenha. "Aqui fica um monte de panela. É filha, neta, todo mundo cozinhando", conta.

No encontro, os filhos agradecem a educação e o exemplo de vida dado pelo casal. O sonho dos dois agora e completar 80 anos de casamento e ainda ver a família crescer. Tudo isso com um importante ingrediente para uma vida saudável e feliz: o amor.

Fonte: G1 CE

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Museu de Paleontologia será reinaugurado em Santana do Cariri

Santana do Cariri. O Museu de Paleontologia Plácido Cidade Nuvens será reinaugurado, pela Universidade Regional do Cariri (URCA), no próximo dia 17 de janeiro, às 18 horas. Na ocasião serão abertas as exposições Fósseis do Cariri, Memorial Plácido Cidade Nuvens, e Fossilis – Olhares sobre a Chapada, integrando a arte à ciência da paleontologia e contando um pouco da história do homem e sua vivência no seu habitat.

A renovação do museu traz além da nova forma de expor o acervo, de maneira facilitada ao entendimento do público em geral, as salas com exposições temáticas, a exemplo do fundador do local, Professor Plácido Cidade Nuvens, fundador do Museu e ex-reitor da URCA. São cerca de 7 mil peças que se inserem na área de exposições, além da reserva técnica do espaço, reunindo importante material do período Cretáceo, de mais de 110 milhões de anos.

Segundo o diretor do Museu, Sérgio Vilaça, haverá três mudanças importantes, conforme a direção, a partir da reabertura, como nova conceituação da exposição de fósseis, antes organizada por formações, como a Crato, Romualdo e Ipubi, e agora estará por espécies, destacando a diversidade de fósseis que existe no Museu. “Está mais interativa. E quem for ao local, terá a oportunidade de receber orientações dos monitores mirins, que vão guiar as pessoas pelo museu”, diz ele. Todos os fósseis expostos, contam com uma placa indicativa.

A segunda exposição poderá ser vista no salão interior, onde ficava o dinossauro. Pela primeira vez, estará sendo exibida no museu a exposição de artes “Fossilis”, com uma leitura sobre a paleontologia e a Chapada do Araripe. Os artistas convidados fizeram trabalhos específicos, para levar ao museu o diálogo entre a riqueza da Chapada, a cultura e a paleontologia.  São 12 artistas que estão trazendo trabalhos de artes sobre a leitura da Chapada.

Memorial

Também será aberto um espaço dentro do Museu com um memorial permanente em homenagem ao Professor Plácido Cidade Nuvens. Poderão ser vistas imagens desde o momento em que ele fundou o museu até o seu falecimento, há um ano. Nessa linha do tempo, é traçada a história do criador do Museu e o próprio espaço, que todos os anos recebe milhares de visitantes, entre pesquisadores, estudantes e pessoas interessadas em conhecer a história dos animais da pré-história que viveram na região. Na sala estarão dois fósseis especiais, a Libélula, muito famosa, e o primeiro fóssil do Museu.

Fonte: Diário Cariri/DN

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

PF prende no CE chefe de grupo que enganava idosos do PA em fraude contra a Previdência




Esquema causou prejuízos superiores a R$ 2 milhões.

Polícia Federal prendeu, nesta quarta-feira (10), em Fortaleza, o chefe de uma quadrilha que realizava fraudes previdenciárias contra idosos no Pará. Dois mandados de busca e apreensão foam cumpridos no Bairro Aldeota, na capital cearense. A organização criminosa, segundo a polícia causou prejuízos superiores a R$ 2 milhões à Previdência Social .
A organização criminosa fraudava benefícios há mais de cinco anos, levando idosos do Pará ao Ceará, com a promessa de conseguir benefício do amparo social ao idoso.
Além de Fortaleza, foi cumprido um mandado de busca e apreensão, em Belém (PA), expedido pela 32ª Vara da Justiça Federal no Ceará. O pedido de prisão preventiva em Fortaleza foi expedido pela 4ª Vara Criminal Federal do Pará. Participaram da operação 15 policiais federais.
De acordo com a polícia, as investigações iniciaram em atuação conjunta da Delegacia de Combate aos Crimes Previdenciários no Estado do Ceará e Coordenação de Inteligência Previdenciária do Ceará, com apoio da Superintendência Regional da Polícia Federal no Pará.

Apreensão de dinheiro e relógios de luxo

Durante as buscas foram apreendidos R$ 30 mil em espécie e uma coleção de relógios luxuosos. Também foram apreendidos inúmeros documentos de identidade falsos, além de duas dezenas de cartões de benefícios previdenciários em nome de pessoas fictícias.
Os envolvidos responderão por estelionato, falsificação de documentos, uso de documentos falsos, associação criminosa e lavagem de dinheiro.
A Operação foi batizada de Mimetismo, termo da biologia que descreve a habilidade natural que alguns seres possuem de se camuflar para fugir de seus predadores.
Por G1.CE

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Rodrigo Maia defende redução dos gastos públicos e critica aumento da meta fiscal do governo

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, defendeu nesta segunda-feira (14) a redução dos gastos públicos e criticou o aumento da meta de deficit fiscal do governo. Segundo Maia, as despesas permanentes, como o gasto com a previdência social, aumentam a cada ano e impossibilitam a organização das contas do governo.
“Se nós não organizarmos as contas públicas, cada vez vai ficar mais difícil, no futuro, fechar as contas do governo. Se cada vez tiver um jeitinho, se cada vez aumenta a meta mais do que precisa, você acaba gerando um gasto desnecessário e fica parecendo que as coisas caminham bem, e a gente sabe que não caminham bem”, declarou.

Lei que acelerou divórcios e inventários completa 11 anos


Segundo estudos, Judiciário já economizou 4,2 bilhões de reais com a realização dos atos pelos cartórios de notas

No dia 4 de janeiro, a Lei n° 11.441/07, que instituiu a lavratura de inventário, partilha, separação e divórcio por escritura pública em cartório de notas, completa 11 anos. 
Considerada um marco para a desjudicialização no Brasil, a nova regra impactou diretamente a vida de milhões de brasileiros. De acordo com as estatísticas do Colégio Notarial do Brasil, entidade que congrega os cartórios de notas, desde 2007, em todo o País, já foram realizados mais 1,8 milhão de atos com base na Lei n° 11.441.

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Cartórios divulgam os nomes mais registrados no Ceará em 2017

Maria aparece disparado como o nome mais registrado, seguido por João Miguel e Arthur. Nova metodologia do estudo compila variações de nomes simples e compostos.

Maria foi disparado o nome mais registrado pela população cearense no ano de 2017. Com uma diferença de 179 registros, o nome de origem hebraica está no topo da lista dos mais registrados no Estado do Ceará, dando nome a 822 recém-nascidas no Estado do Ceará neste ano. Na sequência aparecem João Miguel, com 643 registros de nascimentos, e Arthur com 564 registros.

terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Constituição Federal de 1988: deputados avaliam legado do documento após três décadas

Quase 30 anos depois da promulgação da chamada Constituição Cidadã, em 5 de outubro de 1988, a reportagem da Rádio Câmara conversou com alguns dos parlamentares atualmente em exercício que participaram da elaboração da Carta Magna

O Dia Nacional do Choro foi comemorado nesta segunda-feira (23), no Rio, com diversas apresentações musicais gratuitas para os moradores e ...