domingo, 23 de outubro de 2016

É possível – Por José de Arimatéa dos Santos

Atualmente vivemos uma época de muitos avanços em muitos sentidos. As relações entre as pessoas muito facilitadas através dos meios tecnológicos disponíveis e que deixam todos nós cada vez mais próximos. Pode até não ser fisicamente essa proximidade. As redes sociais por si só demonstram o que disse logo acima.

Quando voltamos um pouco no tempo parece que as coisas aconteciam lentamente. Pra conversar com um amigo ou amiga era necessário ir até a casa da pessoa ou marcar um encontro. Os fatos acontecidos pela manhã só sabíamos á noite através dos telejornais na tv. Pesquisas da escolas só através das enciclopédias volumosas e assim mesmo encontrava pouca coisa.
Esses dois mundos descritos. O hoje e o ontem têm suas virtudes. Atualmente as informações “correm” numa velocidade estonteante e no exato instante ficamos informados. Isso é bom. O que falta ainda é a possibilidade de uma análise mais aprofundada de tudo isso e que nos leva a equívocos incríveis. É uma situação perigosa e ao mesmo tempo desafiadora. No passado, não muito distante, os fatos eram mais analisados e o debate podia levar a caminhos seguros. A um porto seguro.
Com a modernidade o mundo ficou muito pequeno, muito próximo de todos nós. Aproxima as pessoas tecnologicamente. Ajuda na rápida resolução de muitos problemas. Há a troca de ideias e projetos que possam melhorar as relações humanas. Isso é ótimo. O que é necessário ainda é achar uma solução pros que usam os meios tecnológicos pra disseminar o mal e o ódio. Infelizmente alguns usam as ferramentas tecnológicas pra propagar a mentira através do anonimato e a criação de perfis falsos.
Já que estamos nesse mundo tão informados onde as notícias borbulham tão naturalmente se faz necessário propagar o bem e o amor. E nisso a poesia e a música são alguns dos ingredientes que ajudam nesse processo, além das pessoas que dedicam seu tempo em ajudar os demais semelhantes e facilitar um modo de vida que proporcione saúde e conforte a todos, indistintamente. Precisamos aproveitar esse momento único da história da humanidade e usar a nosso favor essas ferramentas tecnológicas. Que é possível é!
José de Arimatéa dos Santos, professor

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comissão externa da Câmara visita Brumadinho na próxima quarta-feira

Uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) também poderá investigar o caso a partir de fevereiro Comissão externa da Câmara vai visita...